Contribuição dos Povos Indígenas e Comunidades Locais Tradicionais para a Biodiversidade Brasileira 2018-11-07T22:34:07+00:00

Project Description

Contribuição dos Povos Indígenas e Comunidades Locais Tradicionais para a Biodiversidade Brasileira

O Brasil possui uma diversidade cultural que é tão rica quanto a biológica. Segundo o IBGE, o Brasil conta com 900 mil índígenas, que se dividem entre 305 etnias e falam ao menos 274 línguas. As comunidades tradicionais constituem cerca de 5 milhões de brasileiros e ocupam 1/4 do território. Os povos indígenas e as comunidades tradicionais dependem diretamente da natureza para manter seus modos de vida e cultura, e por isto possuem um conhecimento riquíssimo sobre as dinâmicas da natureza e sobre as interações homem-natureza.

A temática ganhou corpo na BPBES e se transformou em um projeto com financiamento próprio do CNPq.  O projeto ainda prevê a análise dos vetores que afetam a relação entre povos indígenas e comunidades tracionais e a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos associados. A iniciativa conta já com cerca de oitenta colaboradores. A coordenação é de Cristina Adams (USP) e Manuela Carneiro da Cunha (USP e Universidade de Chicago).


Documento: Contribuição dos Povos Indígenas e Comunidades Locais Tradicionais para a Biodiversidade Brasileira
Prazo: 2° Semestre de 2019

EM BREVE